Artigo da diretora: A mulher e a educação

Nesta semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, gostaria de convidar os leitores a discutirem a importância delas para a educação, no lar e nas instituições de ensino, atuando nas mais diversas áreas. A importância da mulher para a educação é enorme e multifacetada. Desde a educação básica até a pesquisa acadêmica, as mulheres têm desempenhado papéis cruciais na promoção e melhoria da educação em todo o mundo.


Um dos destaques é a representatividade delas. As mulheres são metade da população mundial, e é importante que elas estejam representadas na educação. Ter mulheres como professoras, líderes educacionais e pesquisadoras pode ajudar a garantir que as vozes e as necessidades das mulheres sejam ouvidas e atendidas.


As mulheres na educação podem servir, ainda, como modelos de papéis positivos para meninas e mulheres jovens, mostrando que as mulheres podem ser líderes e ter sucesso em campos anteriormente dominados por homens.


Com isso, elas podem e devem atuar na inclusão e na equidade. As mulheres na educação podem ser defensoras da inclusão e equidade na educação, trabalhando para garantir que todos os alunos tenham acesso igualitário à educação de qualidade, independentemente de sua identidade de gênero.
Não podemos de destacar a contribuição acadêmica das mulheres.

Ela mulheres são responsáveis por muitas descobertas e inovações significativas em áreas como ciência, tecnologia, engenharia e matemática. Seu trabalho e pesquisa contribuem para o avanço da sociedade e do conhecimento.


Com tudo isso, podemos falar do empoderamento feminino. A educação pode ser uma ferramenta poderosa ajudar as mulheres a adquirir conhecimentos e habilidades que lhes permitam tomar decisões informadas e melhorar suas vidas e as de suas famílias e comunidades.


E números mostram que elas estão com tudo. De acordo com dados do Censo da Educação Superior de 2019, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), no Brasil, as mulheres representam a maioria dos concluintes do ensino superior. Em 2019, 59,5% dos estudantes que concluíram o ensino superior foram mulheres, enquanto os homens representaram 40,5% dos concluintes.


Esses dados demonstram a importância da presença feminina no ensino superior e como as mulheres estão se destacando cada vez mais nesse nível de ensino. No entanto, ainda há muito a ser feito para garantir que todas as mulheres tenham acesso igualitário à educação superior e que possam alcançar seus objetivos acadêmicos e profissionais. E esta é nossa reflexão para este dia especial, além de comemorar as conquistas femininas.


Em resumo, a presença e contribuição das mulheres na educação são fundamentais para garantir uma educação de qualidade, inclusiva e equitativa para todos. Um viva para todas as mulheres!

Envie sua mensagem

Olá, seja bem vindo.
Informe seu nome, telefone e o que deseja para iniciar.

Rematrícula 2021 - Fácil e Digital

Sempre prontos para atender você!

Escreva a sua mensagem. Responderemos o mais rápido possível.

Ligar
Rota